Rua Comendador Araújo, 323 - conj 113 - Batel, Curitiba - PR, 80420-000  -   041-3015-5212 

Avenida Gabriel De Lara, 750 -  João Gualberto, Paranaguá  - PR. 83230-550  -  041-34227419

  • Clínica Leprevost

Malefícios do BPA (que está nos plásticos) para o Sistema Reprodutor Masculino

Um trabalho de 2019 mostra alguns dos malefícios do BPA. O bisfenol A (BPA) é utilizado na produção de plásticos e resinas. É aplicado no revestimentos de latas de comida e de bebida, e em muitos itens plásticos, como mamadeiras, brinquedos, talheres descartáveis, potes plásticos para armazenar alimentos, entre outros. Está naquele copinho plástico onde você toma seu cafezinho e no recipiente plástico no qual você esquenta sua refeição no micro-ondas. O BPA pode migrar para o meio ambiente e foi detectado na saliva, no sangue e nos alimentos. Seu uso foi probido em muitos países e as alternativas como bisfenol B (BPB), bisfenol F (BPF) e bisfenol S (BPS) têm uma estrutura química semelhante e mostram efeitos tóxicos em animais. A exposição a longo prazo aos bisfenois no início da vida causa distúrbios neuroendócrinos, como obesidade, puberdade precoce, diabetes e hipertensão. Pesquisas com ratos expostos aos bisfenois resultou em diminuição da produção de esperma, na secreção de testosterona e alterações histológicas nos tecidos reprodutivos dos roedores, o que levou à alterações marcantes no desenvolvimento do sistema reprodutor masculino. Observe onde você armazena seus alimentos e onde você esquenta sua comida ou bebe seus líquidos quentes. Leia os rótulos e procure informação.

Hum Exp Toxicol. 2019 Dec;38(12):1344-1365. doi: 10.1177/0960327119862335.

DOI: 10.1177/0960327119862335

3 visualizações